Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sem Rótulos

Somos a soma de tudo o que gostamos e desprezamos. Somos a junção de todas as experiências e daquilo que elas despertam. Somos o resultado da forma como interpretamos a perspectiva que a vida nos oferece.

Sem Rótulos

A Roda do Tempo - Série X Livros

Ver ou ler, eis a questão.

16.09.23 | Isaac Barradas

Vim pela Rosamund Pike, fiquei pelas Aes Sedai.

Quando, em 2021, começaram a aparecer por aí os cartazes que anunciavam a serie "A Roda do Tempo", não liguei muito. Parecia ser mais uma grande produção de fantasia e eu ainda estava a recuperar do desgosto que foi o final de Game Of Thrones.

(Desde essa altura que não vou muito nos hypes de series e filmes. Quanto mais me dizem para ver, menos provavel se torna que eu vá realmente ver. (excepções para Nolan e Tarantino))

Só quando a primeira temporada já estava toda disponível na Prime Video é que eu decidi dar o beneficio da dúvida. Em grande parte, devido à Rosamund Pike (que para mim será sempre a vilã de 007 - Morre Noutro Dia).

MirandaFrostDAD.webp

Admito que, ter-me cruzado algumas vezes com o livro, que anunciava orgulhosamente: "Agora uma serie original Amazon Prime" também ajudouDepois do trailler, cliquei no play e em 2 dias tinha visto tudo. Fiquei completamente rendido ao mundo d'A Roda do Tempo.

Bertrand.pt - O Olho do Mundo

De caras, uma das coisas que mais me fascinou neste universo de fantasia foi a organização da magia através das Aes Sedai e das suas cores. É claro que fui para o google à procura de saber mais sobre a origem deste universo e a mente por trás de todos os detalhes e histórias.

No dia seguinte, comprei o 1º livro e comecei a ler. E é aqui que, em bom português, "a porca torce o rabo".

À medida que fui avançando nos capitulos fui entendendo o porquê de alguns comentários mais severos e descontentes, de fãs dos livros, no IMDb. Existem diferenças grandes entre os livros e a serie. Isto levantou-me a questão sobre se valia a pena investir o meu tempo na serie.

Os Livros:

Map of "Randland" in The Wheel of Time

Robert Jordan escreve com uma mestria digna de ser lida e sorvida das páginas. É uma escrita que se demora nos detalhes e leva o leitor a conhecer os mais pequenos recantos daquele mundo. Não se apressa a chegar ao climax da acção (não fosse a serie ter 15 livros), e várias vezes descreve os mesmos aspetos, essenciais à narrativa,  para que o leitor se recorde e possa continuar imerso na leitura. Com o passar de cada página, surge um mundo denso, rico em detalhes, carregado de histórias de eras passadas, feitos épicos e personagens lendárias.

Nos livros, uma das personagens principais é Rand Al'thor. É através dos seus olhos que vivemos grande parte dos capítulos do primeiro livro. O seu destino está nas mãos de uma completa estranha que apenas partilha informações à medida que acha pretinente e estritamente necessário. Isto faz com que as dúvidas, medos e fascínios da pergsonagem, sejam também as do leitor.

Desde pequenas e remotas vilas a grandes cidades onde o perigo espreita a cada esquina, a aventura espalha-se pelo mundo d'A Roda do tempo. As páginas passam rápido e a demora que cada acontecimento tem só faz com que se queira ler mais e mais.

A série:

ems.cHJkLWVtcy1hc3NldHMvdHZzZWFzb24vNDE2MDZiZTQtMT

A Amazon pediu o nome emprestado aos livros mas tomou bastante liberdade na adaptação do mundo de Robert Jordan. Diria que é quase uma Fan Fiction de alto orçamento (mas acho que estou a ser um pouco injusto).

As personagens principais estão presentes, os pilares principais da narrativa mantêm-se e mundo em que se desenrola, também. Contudo, a história de cada personagem e o momento em que os conhecemos é diferente daquela que é descrita por Robert Jordan.

As diferenças mais notaveis:

Nos livros, Rand e os amigos são adolescentes, na série encontramo-nos mais adultos e com vidas mais complexas. A aldeia de onde vêm as personagens chama-se Campo de Emond e faz parte da região de Dois Rios. Na serie a aldeia chama-se apenas Dois Rios. Personagens secundárias que surgem ao longo da história, fazem-no em lugares diferentes e algumas emglobam duas na mesma pessoa. Criaturas aterradoras ao serviço da sombra, criadas pelo autor para incutir medo no leitor, não surgem na serie. Nos livros, Rand é o personagem principal. Na série a narrativa é contada pelos olhos de Moiraine.

Mas... isto faz com que a serie não seja digna de ser vista? Eu digo que não! Afinal de contas, quantas adaptações de livros a cinema conseguem manter-se 100% fieis ao que o autor idealizou? (Mesmo na trilogia d'O Senhor dos Aneis", existem personagens em falta, face aos livros).

Há que lembrar que os responsáveis pela adaptação para streaming, têm um trabalho adicional: escrever para os fãs dos livros e também para quem não conhece nada sobre este universo. Talvez por isso as diferenças são tao perceptíveis (principalmente para os fãs dos livros). É precisamente este o conceito de adaptação. 

Agora, vamos às coisas boas:

A banda sonora é fantástica. As melodias captam na perfeição as personagens e o mundo mágico em que vivem. Afinal de contas o compositor, Lorn Balfe, aprendeu e trabalhou com o mestre Hans Zimmer.

Captura de ecrã 2023-09-16, às 19.54.23.png

Melhor ainda que a banda sonora é o elenco. Com excepção de algumas personagens, a escolha dos atores assentou que nem uma luva e cada um deles faz um trabalho fantástico ao dar vida à sua personagem. Perin, Nynaeve, Rand, Lan e Moiraine são, para mim, aqueles que mais se destacam.

WoT Cast.PNG

A maquilhagem da série é também um ponto destacar. Nos livros, todos os trollocs são descritos como sendo diferentes. Todos eles grotescos, feios e macabros. Quando aparecem no ecrã, nota-se o tempo e dedicação que foi investido para dar vida a estes antagonistas que podiam perfeitamente ter sido feitos com recurso a computador.

uq56wjouk1381.jpg

Em resumo, A Roda do Tempo é uma serie de fantasia que merece ser vista. Não esperes que seja idêntica a Game Of Thrones ou Os Aneis do Poder. É diferente de todas as outras series de fantasia, num bom sentido. Se por acaso já leste os livros (em Portugal foram publicados 6, pela Bertrand) desfas-te da narrativa original. Assume que vai ser algo diferente e disfruta. Se ainda não leste os livros, aconselho-te a que vejas a serie primeiro. Não há grande risco de spoilers e vais descobrir todo um novo mundo quando mergulhares nas páginas.

 

Se já leste os livros, viste a serie ou até os dois, deixa um comentário com a tua opinião. Afinal de contas, é sempre bom conhecer mais um fã d'A roda do Tempo.